Menu

Mar 2017

13 de março de 2017

Passado o carnaval, o país retoma seu ritmo mais acelerado de produção e trabalho. Para acompanhar essa batida, preparamos uma edição bem robusta do Boletim BMJ, abrangendo não só algumas das nossas áreas de especialidade, mas também uma entrevista especial em comemoração ao mês das mulheres.

Já são conhecidos de todos alguns dos mais importantes desafios que o presidente Michel Temer enfrentará no congresso com a retomada dos trabalhos legislativos como as reformas da previdência e trabalhista. Porém, é preciso que os brasileiros fiquem atentos também a outros projetos de lei que, um pouco mais abrigados dos holofotes, podem significar impactos importantes na economia e na prestação de serviços aos cidadãos. Um desses projetos é a lei geral das telecomunicações. Motivo de inúmeros embates, o PLC 79/2016 (que tramitou na Câmara com o número de PL 3453/2015) versa, entre outros, sobre uma nova modalidade para prestação de serviços de telecomunicação no país: a autorização, no lugar da já conhecida concessão. Sob essa modalidade, os bens reversíveis, ou seja, aqueles que retornavam à União tão logo a concessão findasse, seriam agora entregues às concessionárias por um valor considerado por muitos como extremamente generoso. As discordâncias a respeito do tema já causaram até mesmo o acionamento do Supremo Tribunal Federal na disputa. Conheça um pouco mais sobre o que está em jogo nas telecomunicações no artigo “Reform of the General Law of Telecommunications – Rumors and Facts”, de Lucas Fernandes.

Monitorar essas e outras mudanças é parte do nosso trabalho. E nós identificamos importantes alterações também nos marcos regulatórios de vigilância sanitária, principalmente relacionados a medicamentos, e legislações de produtos de uso veterinário. Confira nos textos de Luciana Carrasco e Thaís Uchôa.

Em comércio exterior, Verônica Prates traz um tema instigante: a contribuição do setor produtivo na elaboração de políticas públicas. Mais do que se lamentar por eventuais decisões de autoridades públicas, a iniciativa privada pode e deve participar do processo decisório. É o caso da consulta pública referente às negociações entre o Mercosul e a Coreia do Sul, e o Mercosul e o Japão, aberta pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Por meio dela será possível aos setores potencialmente impactados pelas negociações indicarem seus interesses – sejam eles ofensivos ou defensivos – de forma clara e objetiva. Veja mais sobre o tema no texto “Consulta pública: sua oportunidade de influenciar a política comercial brasileira.”

Além dos materiais acima, Camilla Azeredo preparou um artigo sobre gerenciamento de crises. Especialistas dizem que as grandes organizações certamente passarão por crises de grande impacto. A questão é saber quando. Se o destino nos reserva tempos difíceis, então é melhor que estejamos preparados. Veja algumas dicas no texto “É possível evitar uma crise?”

E para comemorar o mês das mulheres, o Boletim BMJ entrevistou a Diretora Presidente da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Elizabeth Farina. Na entrevista ela fala sobre sua carreira e os desafios da inserção feminina no mercado de trabalho. Vale a pena conferir.

Esta edição traz ainda a tradicional agenda da OMC, e um raio-X do Japão sob a perspectiva do Comércio Internacional.

CATEGORIA:

Assessoria de imprensa

  1. Camilla Azeredo e Elisa Diniz
  2. comunicacao@barralmjorge.com.br
  3. + 55 61 3223-2700